fbpx

O menino de rua que fez a garçonete chorar

Um menino de rua, de 10 anos, entrou numa lanchonete, sentou-se a uma mesa e perguntou para a garçonete que chegou ao seu lado:
– Quanto custa um sorvete?
– Um real – respondeu a moça.

O menino tirou as moedas do bolso e começou a contá-las bem devagar para não errar.
– Quanto custa o picolé mais barato?

A essa altura, já havia mais pessoas esperando, e a garçonete estava perdendo a paciência.
– 75 centavos – respondeu ela, de maneira brusca.

O menino, mais uma vez, contou as moedas e disse:
– Eu vou querer, então, o picolé de 75 centavos.

A garçonete trouxe o picolé e a conta, colocou-os na mesa e foi atender outros clientes.

O menino acabou o sorvete, pagou a conta no caixa e saiu.
Quando a garçonete voltou, para limpar a mesa, sentiu um arrepio e começou a chorar. Num pratinho o garoto tinha deixado 25 centavos. Ele tinha pedido o sorvete mais barato para que sobrasse uma gorjeta para ela. E ela tinha sido tão sem paciência com ele!

A Bíblia diz que ajudar o próximo é uma parte muito importante da vida do crente. Ajudar o próximo é expressar o amor de Deus. Existem muitas formas de ajudar o próximo.

Jesus disse que o segundo maior mandamento, depois de amar a Deus, é amar ao próximo como a si mesmo (Mateus 22:37-39). O amor verdadeiro se expressa em ações. Quem não ajuda seu próximo nas necessidades não o ama de verdade (1 João 3:16-17).

Jesus disse que devemos ajudar quem precisa de ajuda, independentemente de quem seja. Deus ama todos, mesmo pessoas muito ruins. Ninguém merece a ajuda de Deus mas Ele dá ajuda de graça, porque nos ama. Quando ajudamos outra pessoa, mesmo sem merecer, mostramos o amor de Deus.

Quantas vezes temos a oportunidade de abençoar alguém, sacrificando apenas parte do nosso desejo e não o fazemos?

%d blogueiros gostam disto: